Category: Finanças

Conta corrente: 2 dicas para conseguir taxas mais baixas na conta corrente

Abrir conta corrente é uma necessidade hoje. Seja para receber seu salário ou realizar transações via DOC ou TED, é preciso ter uma. Só que muitas pessoas preferem não o fazer por conta das taxas cobradas pelo banco.

Sob a alegação de proporcionar uma manutenção na conta corrente, algumas instituições financeiras chegam a cobrar por taxas de serviços que você sequer solicitou.

Para que isso não aconteça e você aprenda a economizar sem ter que abrir mão desta necessidade, preparamos neste artigo duas dicas valiosíssimas.

Abrir conta corrente com taxas mais baratas

Você sabia que é possível abrir conta corrente, realizar movimentações sem pagar nada por isso? Essa é uma verdade que muitos bancos fazem questão de esconder para poderem lucrar mais.

1.   Abrir conta corrente em bancos digitais

A primeira dica que vamos te dar para economizar nesse quesito é procurar uma agência bancária digital.

O que é isso? Simples, são instituições que funcionam via aplicativo de celular, mas que oferecem todos os serviços de uma física. Você pode realizar saques e depósitos em lotéricas ou caixas 24 horas, além de transferências.

Essas agências não cobram nada para abrir sua conta corrente e oferecem uma quantidade de TED’s e DOC’s mensais gratuitas para você realizar seus pagamentos.

2.   Leia o contrato antes de abrir conta corrente

Outra possibilidade de abrir conta corrente economizando nas taxas é ficar atento aos pacotes que os bancos oferecem. Isso porque, o gerente, ao realizar a abertura, induz a compra de um pacote de serviços bancários.

Esse valor já é um desconto fixo mensal em cima dos seus recebimentos. Não costuma ser muito alto, mas, a longo prazo, é uma soma considerável.

Porém, se você não utilizar esses serviços, as taxas correspondentes não poderão ser descontadas. Esteja atento também aos serviços essenciais que todo banco é obrigado a prestar sem cobrar mais nada por isso.

 

Conta corrente: 3 dicas para conseguir taxas mais baixas na conta corrente

Escolher o banco para abrir conta corrente não é uma tarefa fácil, isso se deve as diversas instituições presentes no mercado, desta forma, realizar a comparação entre as condições e taxas oferecidas pode exigir uma análise mais criteriosa. Nesse artigo serão apresentadas 3 dicas para facilitar sua escolha e te ajudar a conseguir taxas mais baixas na conta corrente.

1.  Antes de abrir sua conta corrente determine seu objetivo

A conta corrente tem como objetivo possibilitar movimentações financeiras frequentes, Isto significa realizar saques, depósitos, pagamentos de boletos, TED e DOC’S, fazer uso de talão cheque, receber salário entre outros.  É importante que o usuário conheça quais as transações ele irá realizar com maior freqüência, desta forma pode procurar por pacotes que possuam estes serviços gratuitos ou com taxas reduzidas.

2.  Conheçam o pacote essencial de serviços gratuitos

Por uma determinação do Banco Central, todos os bancos são obrigados a fornecer um pacote essencial gratuito.  Neste pacote para conta corrente estão incluso os serviços: quatro saques, duas transferências entre contas do mesmo banco, dois extratos impressos e fornecimento de até 10 folhas de cheques.

Porém caso o limite seja excedido serão cobradas tarifas por cada transação realizada. Neste caso talvez seja mais vantajoso você procurar um pacote personalizado que incluem mais serviços mediante o pagamento de uma taxa mensal. Desta forma, conforme citado na dica 1, é importante definir quais serviços você está procurando.

3.  Abrir conta corrente em Bancos Digitais

Os bancos digitais vêm ganhando espaço nos últimos tempos, com a difusão da tecnologia. Por não possuírem agências físicas e consequentemente menores custos, muitos destes bancos tem oferecido conta corrente com tarifas zeradas para movimentações como transferências, saques, entre outros.

Por fim, o mais importante: PESQUISE e COMPARE! Esta é melhor forma de se certificar da obtenção do melhor custo benefício em sua conta corrente, pois as pequenas taxas podem acabar correndo nosso patrimônio no longo prazo.

Simular consórcio: veja duas formas de simular consórcio na internet

A compra de um bem material, seja ele um carro ou uma casa, é o sonho de muita gente. Mas isso exige um planejamento, cautela e bastante economia. Uma das formas mais populares para realizar essa meta é o consórcio.

Hoje em dia, você não precisa ir a uma concessionária para simular consórcio. É possível fazer essa simulação na internet. É uma forma rápida, prática e simples de saber os preços.

Neste post vamos mostrar duas formas de simular consórcio na internet. Continue acompanhando.

Conheça duas maneiras de simular consórcio na internet

Existem diversas maneiras de simular consórcio na internet. No entanto, vamos apresentar para você somente duas.

1 – Banco Correntista

Você é correntista de algum banco? Através do site dele, é possível simular consórcio e saber o valor das parcelas. Além de ver quais os juros serão cobrados.

2 – Simulador de consórcio

Pelo site simulador de consórcio é possível você simular consórcio na internet de forma prática. Para fazer a sua simulação você precisa:

  • Simular consórcio para conferir os planos e as parcelas sem juros do bem que deseja;
  • Ao simular consórcio, a simulação pode ocorrer para o valor de crédito ou parcela, basta escolher uma dessas opções;
  • É possível simular também o valor de crédito desejado para o bem;
  • Para simular consórcio você precisa preencher os campos com os dados solicitados: nome, e-mail, telefone e CEP;
  • Pronto, você vai visualizar uma série de planos que correspondem às suas necessidades.

Fácil, né?

É possível simular consórcio quantas vezes desejar. As alternativas são as mais variadas e, a cada dia, os preços são diferentes.

Ao simular consórcio na internet você poupa tempo e consegue ter acesso a todas as informações que precisa antes de fechar um negócio.

Resultado da mega sena concurso 3

Olá nossos seguidores e amantes das loterias de todo o Brasil, separamos em especial nesse artigo um assunto interessante que é o resultado da mega sena concurso 3.

Para que não sabe, a Mega Sena foi lançada no ano de 1996 e já são mais de 20 anos que esse jogo vem alegrando vários apostadores com seus prêmios milionários.

Todos os dias os apostadores da loteria mega sena sonham em ganhar a grande premiação dos 6 pontos e não era para menos, pois essa loteria paga prêmios muito altos.

A mega é o jogo que mais paga entre todos os outros, mais não pense você que é fácil ganhar na mega sena da Caixa.

Outra famosa loteria é a lotofácil, que também paga premiações altas e desde o ano de 2003 vem fazendo várias pessoas milionárias pelo Brasil.

Se você não sabe qual a loteria mais fácil entre todas as outras, saiba agora que a Loteria Federal é a mais fácil entre todas.

Em um breve artigo, podemos falar melhor sobre como funciona a Federal, pois nesse artigo de hoje nosso foco é o resultado da mega de número 3.

Resultado da mega sena concurso 3

Antes de ver o resultado da mega sena, vamos explicar um pouco melhor sobre como funciona essa famosa loteria.

Para jogar na mega sena é bem simples, no volante desse jogo estão disponíveis 60 números, nos quais o apostador deve escolher de 6 à 15 dezenas.

Para jogar acima de 6 números, a aposta encarece muito, porém as chances de ganhar aumentam muito também.

Você deve saber que, a mega sena é muitoooo difícil de ganhar, porém não impossível, basta você entender que, a melhor opção é o bolão e os fechamentos lotéricos.

Vamos entender os valores de apostas para a Mega Sena.

  • Para apostar com 6 dezenas o valor é de R$3,50
  • Para jogar com 7 números o valor é de R$24,50
  • Para apostar com 8 dezenas o valor é de R$98,00
  • Para apostar com 9 dezenas o valor é de R$294,00
  • Para apostar com 10 números o valor é de R$735,00
  • Para apostar com 11 dezenas o valor é de R$1.617,00
  • Para jogar com 12 números o valor é de R$3.234,00
  • Para apostar com 13 dezenas o valor é de R$6.006,00
  • Para apostar com 14 dezenas o valor é de R$10.510,50
  • Para apostar com 15 dezenas o valor é de R$17.517,50

Quais dias corre a mega sena

O resultado da mega sena acontece duas vezes na semana, de Quarta e Sábado à partir das 20 horas, se você quiser acompanhar esse e outros resultados, acesse o site Sorteio Loterias.

Não deixe de conferir esse site, pois além dos resultados, eles fornecem ainda dicas de como apostar que podem aumentar suas chances de ganhar.

Resultado da mega sena concurso 3

Então agora vamos ver como foi o resultado da mega sena concurso 3 e ver quantos foram os ganhaodres desse grande prêmio da mega sena.

Realizado no dia 25 de Março do ano de 1996, foram dois ganhadores onde cada um levou o valor de R$391.192,51.

O resultado da mega de número 3 ficou assim:

10-11-29-30-36-47

Para as premiações intermediárias veja abaixo:

5 acertos 62 R$ 10.515,93
4 acertos 4.261 R$ 153,01

Esse foi o resultado da mega sena concurso 3.

Empréstimo Online: 05 Motivos para fazer um empréstimo online

As opções de empréstimo online atualmente são muitas. Existem diversos tipos de instituições que já aderiram à internet para realizar suas negociações.

No entanto, quando se trata de um serviço online, muitas pessoas ainda ficam com receio de fazer um negócio ruim ou mesmo cair em golpes. Assim neste post, vamos lhe apresentar 05 motivos para fazer um empréstimo online. Confira:

 

1.      Rapidez e sigilo

Talvez a maior vantagem do empréstimo online seja a rapidez na solicitação. Muitas operadoras que trabalham com a concessão de empréstimo online, não solicitam documentação e nem um cadastro muito elaborado para realizar a simulação de valores. E caso você tenha interesse em fechar a transação, o processo é simples e sem burocracia.

 

Pela internet, você não precisa se expor a nenhuma pessoa para contratar um empréstimo, e tem a garantia de segurança dos seus dados.

Quando você vai ao seu banco para solicitar um empréstimo, é necessário passar pela gerência, pode encontrar conhecidos, ser questionado e muitas vezes passar por constrangimento. Já no empréstimo online, as pessoas somente ficam sabendo se você desejar.

 

2.      Excelentes opções de juros e parcelamentos

Muitas operadoras de empréstimo online, trabalham com juros bastante atrativos, e muitas vezes até mesmo abaixo dos juros bancários. Isso porque essas instituições possuem diversos parceiros, e podem simular situações de crédito em várias instituições financeiras, lhe oferecendo o que há de mais vantajoso no mercado.

Os parcelamentos também costumam ser interessantes, sendo que, você pode escolher como deseja pagar, de acordo com sua realidade financeira.

 

3.      Aceitam negativados

Não são todas as operadoras de empréstimo online que possibilitam a concessão de crédito para negativados, mas é possível encontrar boas oportunidades em diversas delas. Assim você pode por exemplo, contratar um empréstimo e se livrar das suas dívidas. E tirar o seu nome do vermelho.

 

4.      Com ou sem consignação e garantias

Geralmente nos empréstimos online, você tem o poder da escolha e pode realizar o seu empréstimo com ou sem consignação.

Da mesma forma, também é possível vincular o seu empréstimo ao um de seus bens, assim você poderá conseguir valores maiores. No entanto na maioria dos casos essa opção não é obrigatória. Vinculando o seu empréstimo a um bem, você pode conseguir taxas de juros mais baixas. Mas lembre-se, tenha certeza de que as parcelas cabem no seu orçamento, caso contrário você pode perder o seu bem em alienação.

 

5.      Tranquilidade e Comodidade

Além de todos os motivos apresentados anteriormente, no empréstimo online, você anda conta com o quesito comodidade. Você pode resolver seus problemas financeiros, com tranquilidade, pesquisando em seu computador pessoal e sem sair de casa.

 

A internet literalmente sepultou a necessidade de aguardar na fila do banco, agendar horário com a gerência, e movimentar dinheiro em meio físico. Sem contar que você não precisa bater perna de porta em porta, para conseguir realizar o seu empréstimo.

 

Então, está convencido de que o empréstimo online é uma boa opção? Faça o seu hoje mesmo e saia do vermelho.

É possível negociar a anuidade do cartão de crédito? Veja!

É possível negociar a anuidade do cartão de crédito

O uso do cartão de crédito faz parte da rotina de milhares de brasileiros. Se não for da maioria. Quando ele for bem utilizado, o cartão de crédito por ajudar a muito! Ele se torna um facilitador.

No entanto, existe a modalidade de anuidade de cartão de crédito que deixa o consumidor sem dormir. As taxas altas e abusivas, na maioria dos casos, representam um gasto mensal e bastante significativo para o cliente.

Porém, esse valor de anuidade do cartão de crédito pode ser negociado. Vamos mostrar para você que é possível conviver com ela sem perder o sono e ter o total controle da sua fatura.

É possível negociar a anuidade do cartão de crédito

Negocie a anuidade do seu cartão de crédito.

Quem não arrisca, não petisca, certo? Por isso, se você quer pagar menos na anuidade do seu cartão de crédito, é preciso negociar! E uma das formas é manter um bom contato com o atendimento seu banco.

Normalmente, ao entrar em contato com a central de atendimento do seu cartão de crédito, os atendentes já concedem bons descontos. Mas, se for resistente a isso, existem outras soluções.

1 – Contate seu gerente

Recorrer ao seu gerente bancário é uma boa estratégia para negociar a anuidade do seu cartão de crédito. É possível que você tenha um considerável desconto ou, até mesmo, se for cliente Premium, a isenção dela.

Converse com ele, explique suas reais necessidades e fale sobre o interesse de manter o cartão, mas sem essa alta taxa. Tudo negociado, conversado, é bem resolvido.

2 – Anuidade e benefícios

Se você negociar a anuidade do seu cartão de crédito isso não atrapalha os seus benefícios, ok? Acúmulo de pontos,por exemplo, continua normal! Não caia na conversa de que a sua anuidade que mantém seus benefícios.

Você pode e deve negociar, conseguir um bom desconto na anuidade e continuar usufruindo dos seus benefícios. Afinal, você continua sendo um cliente!

Portanto, não fique receoso de negociar a anuidade do seu cartão de crédito. Qualquer desconto já é uma vantagem!

3 – Cartão sem anuidade

Existem cartões de crédito que não possuem anuidade, sabia? Ele pode ser uma boa opção para você que quer ter um cartão de crédito como um recurso para eventualidade. O cartão de crédito digital, que está se tornando uma febre, é uma boa opção.

Faça uma pesquisa na internet e veja as vantagens de ter um cartão de crédito digital. Você pode ser surpreender com este novo recurso!

4 – Escolha o melhor cartão de crédito

Não é porque você é correntista de um banco que deve ter o cartão de crédito dele, por exemplo. Você tem a opção de escolher o melhor custo-benefício na hora de ter o seu cartão, principalmente quando o assunto é anuidade.

Por isso, pesquise bastante antes de solicitar se cartão de crédito. Ele deve ter um facilitador e não causar dor de cabeça.

Viu como é fácil negociar a anuidade do seu cartão de crédito. Ou ainda, como é possível ter um cartão sem anuidade!

O importante e essencial é pesquisar! No próprio site dos bancos tem as suas vantagens e benefícios. Além disso, alguns também informam o valor da anuidade.

Fique atento e faça a melhor opção para o seu bolso.

Deixe seu comentário

Cartões rotativos: o que são e que perigos têm

Se você acha que a única coisa que diferencia um cartão de crédito de outro é o nome do metal precioso que o acompanha, você está errado. Existem vários tipos de cartões além de que é um ouro, prata, platina, diamante … Entre os mais comercializados e perigosos são os cartões rotativos.

riachuelo fatura
Obter riachuelo fatura

Você não ouve o nome girando? Deveria, porque é fácil para você ter um cartão no modo rotativo sem saber e que você está pagando muito mais juros do que com um cartão de crédito para usar.

O que são cartões rotativos?

Como o resto dos tipos de cartões de crédito , os cartões rotativos permitem adiar o pagamento da fatura riachuelo das coisas que compramos . Ou seja, com eles você compra agora e paga mais tarde a crédito. O que os diferencia dos cartões convencionais é a maneira pela qual eles permitem que o dinheiro seja devolvido. Vamos ver especificamente qual é a diferença entre um cartão de crédito e revolvendo.

A operação de um cartão de crédito é basicamente a seguinte. Durante o mês você está fazendo as compras que deseja e pagando com o cartão, sempre dentro do limite de crédito do plástico. Quando o primeiro dia do mês seguinte chegar (ou o dia que você definiu no seu contrato), você terá que pagar o valor total das compras. Ou seja, você terá que devolver o dinheiro que o cartão lhe emprestou a crédito. Se você tiver o dinheiro na conta, simplesmente o subtrairá e não terá pago juros. O problema é que, se você não tiver, será cobrado juros que podem se aproximar de 25%.

A operação de cartões rotativos é algo diferente. A primeira diferença é que eles permitem dividir o pagamento da fatura do crédito riachuelo. Em outras palavras, em vez de pagar tudo que você gastou de uma só vez, você pode definir as taxas que considera adequadas para devolver o dinheiro.

Na verdade, um cartão rotativo é um crédito pré-acordado no qual o poupador escolhe quanto deve pagar a cada mês, seja com uma prestação fixa ou com uma porcentagem da dívida. Além disso, como é devolvido em créditoque dinheiro está novamente disponível para gastar. É como uma roda sem fim que nunca pára , pois cada vez que você devolve uma peça, o crédito que você pode usar aumenta na mesma medida.

Como funcionam os cartões rotativos

Quando você receber seu cartão no modo rotativo, o banco solicitará que você ligue para um número de telefone para ativá-lo e escolha as opções de pagamento. Ao chamar a coisa normal, eles pedem apenas alguns dados e, em menos de dois minutos, informam que seu cartão está pronto para ser usado.

Na melhor das hipóteses, você será informado sobre o funcionamento do cartão e as opções para devolver o cartão de crédito rotativo. Neste ponto, você deve saber que existem três opções, mas que provavelmente só será informado de duas. Suas alternativas são as seguintes:

  • Pague uma porcentagem da dívida que você gera . Você pode definir uma porcentagem fixa para retornar a cada mês do crédito. Cada cartão rotativo tem seus máximos e mínimos. Isto é o que será perfeito para a maioria dos cartões com taxas entre 5% e 25% como regra geral.
  • Pague uma taxa fixa todos os meses . Esta é outra alternativa em que também existem máximos e mínimos. Neste momento, a quantidade de crédito que você acessou será a mesma. Você retornará uma quantia fixa a cada mês. A ‘armadilha’ é que o dinheiro que você paga de volta terá imediatamente disponível para gastá-lo novamente.
  • Pague o total do crédito devido mês . É assim que funcionam os cartões de crédito tradicionais. Os cartões rotativos também permitem esta opção, só que eles não tendem a oferecer ou anunciá-lo. A razão é que é a maneira em que menos dinheiro eles ganham com os juros, porque eles só vão cobrar se você não pagar a tempo. Com as outras duas opções, eles sempre cobram juros.

Como você acabou de ver, os cartões rotativos também permitem que você defina o pagamento total no final do mês , mas a maioria entrará em default com a opção de pagamento diferido. O resultado é que se, quando ativado, você não disser que muda o modo de pagamento, você terá uma surpresa com o primeiro extrato. A razão é que você vai ver como você pagou uma pequena parte das compras feitas e um enorme interesse.

É o que acontece, por exemplo, quando você financia 1.800 reais com um cartão rotativo.

No extrato da segunda parcela, você já pode ver claramente qual é o problema. Dos 42,39 reais pagos, 25,76 reais foram diretamente para pagar juros, o que faz com que o principal, o dinheiro que você deve, caia muito pouco a pouco.

No total, se optarmos pelo pagamento mínimo de 38,88 reais, levará cinco anos para devorar o dinheiro. Além disso, teremos pago 1017,04 reais em juros. E isso sem usar o cartão novamente.

Vantagens de cartões rotativos

Um cartão no modo rotativo tem alguma vantagem? Para o banco, é evidente que muitos, mas não tantos para o poupador.

O principal ativo do revolvimento é sua flexibilidade e disponibilidade. Como usuário, você tem acesso imediato a um crédito que também é automaticamente reabastecido a cada novo pagamento efetuado.

Para isso, devemos adicionar a flexibilidade para estabelecer a quantia que você retornará . Afinal, você é quem decide a porcentagem ou valor a ser pago da dívida que você gera. Essa conveniência vale ouro para muitas pessoas e, na verdade, é assim que o banco cobra na forma de juros.

Desvantagens de cartões em revolvendo

As poucas vantagens das cartas no modo rotativo enfrentam suas desvantagens. O principal deles é o que acabamos de ver: o montante dos juros a pagar é totalmente desproporcional. Na verdade, eles podem chegar a 25% sem piscar.

Mas este é apenas um dos perigos da dívida . As cartas giratórias têm outro efeito maligno em nossa mente: elas nos fazem gastar mais. Como o dinheiro está disponível, é muito fácil para nós fazer uso do crédito sem pensar. Afinal, podemos devolvê-lo em termos convenientes.

Estes prazos escondem uma armadilha adicional , o mesmo que as prestações de uma conta. Em vez de ver o global, pagamos pelo crédito, só veremos os 50 reais que pagamos por mês , um valor mais que razoável. Assim, no final, acabaremos pagando muito dinheiro por esse crédito.

Planejar sua aposentadoria é mais do que economizar dinheiro

O termo aposentadoria está associado a palavras diferentes, do tempo livre às viagens que passam pelo descanso. E claro: salvando. Planejar o retiro tem a ver com suas finanças pessoais, mas vai muito além delas .

O dizer banal que o dinheiro é uma ferramenta faz muito mais sentido quando falamos em aposentadoria. Sua estratégia financeira é apenas parte do quebra-cabeça que deve ser integrado com o resto de suas necessidades e preocupações vitais.

Só não esqueça de colocar em perspectiva cada uma das necessidades. O resultado irá surpreendê-lo. Se você já ouviu falar que a casa é a maior compra que você fará em sua vida, esqueça. Esse lugar é ocupado pela aposentadoria e com muita diferença. Essa é a média do que você gastará em outros marcos da sua vida:

  • Ensino universitário: 10.000 reais entre o grau e o mestre.
  • Criando uma criança até 18 anos: 105.000 reais.
  • Compre uma casa: 250.000 reais, hipoteca incluída.
  • Sua aposentadoria: 144.000 reais, para entrar 1.600 reais por mês com uma pensão pública de pelo menos 1.000 reais e sem custos adicionais

O dinheiro é fundamental para a aposentadoria, mas acima de tudo pelo que pode contribuir em outras áreas. Se você economizar sem mais, é fácil que depois de não ter a aposentadoria que você quer. De fato, não planejar uma aposentadoria de ouro é um dos erros mais repetidos com dinheiro.

Finanças quando você se aposentar: em busca de tranquilidade

Cartão de crédito para negativados

O dinheiro é importante quando você se aposenta porque vai pagar a aposentadoria de ouro. No entanto, de acordo com um estudo da Merrill Lynch, apenas 88% das pessoas procuram tranquilidade em relação às suas finanças, pois apenas 12% apostarão em acumular mais capital para uma melhor aposentadoria.

Isso faz com que muitos acabem se arrependendo de suas decisões . Tanto é assim que 36% dizem que teriam agido diferentemente com seu dinheiro. Comparativamente, apenas 18% teriam feito algo diferente com sua carreira profissional e 15% com sua saúde. Entre as decisões que teriam feito, 90% acreditam que gastariam menos e 79% teriam procurado consultoria financeira. Cartão de crédito para negativados.

A chave neste ponto é definir essa paz de espírito, que 57% identificam como vivendo confortavelmente em 39% que falam de viver como escolhem. Curiosamente, 34% vão querer cobrir-se com uma despesa inesperada como parte dessa tranquilidade. É aqui que surgem problemas de saúde. Para 80% das pessoas com mais de 50 anos, sua maior preocupação financeira tem a ver com um problema de saúde para si ou para seu parceiro.

Saúde quando você se aposentar: o grande coringa

Poucas coisas são mais importantes na vida do que a saúde. Para 81% das pessoas é o fator chave para determinar o grau de felicidade ao se aposentar diante da segurança financeira (81%) e da família e amigos (58%).

E, no entanto, é também um dos elementos mais subestimados. Um dos erros habituais ao planejar a aposentadoria é pensar que seu estado será o mesmo aos 65 anos, aos 85 anos, e não saber prever esses custos.

Seguir uma série de hábitos saudáveis ​​durante toda a sua vida pode ajudá-lo a ter uma saúde melhor, evitar doenças degenerativas e reduzir custos nessa seção. Para se ter uma idéia, ter um cuidador em tempo integral significa um gasto que vai de 800 a 1.200 reais, mais as contribuições da Previdência Social.

Família quando você se aposenta: fonte de felicidade e tensões

A família é a principal fonte de satisfação, independentemente da idade ou condição. O problema é que todo esse afeto também gera muitas tensões emocionais e econômicas. Veja como consultar CPF.

Por um lado, há tensões próprias. Ninguém quer ser um fardo para sua família (metade entende como é preciso ter cuidado físico constante). E, por outro lado, os dos outros. Entre os erros mais repetidos dos pais está se tornar um banco da família que empresta dinheiro a seus filhos às custas de sua própria aposentadoria. Em média, nos Estados Unidos, um casal empresta 6.500 reais por ano a crianças com 21 anos ou mais, irmãos, pais e, em menor grau, netos.

A maneira de evitar esses problemas é, por um lado, uma maior comunicação familiar em termos econômicos(por exemplo, no testamento ou cuidado na velhice) e uma melhor educação financeira que aumenta a independência de todos os membros.

Trabalho na aposentadoria: entre necessidade econômica e pessoal

Estamos realmente ansiosos para a aposentadoria? De acordo com dados Aegon, ele s omente 48% dos espanhóis esperada para parar de trabalhar quando se aposentam em 39%, que vai continuar, embora de maneiras diferentes.

Os dados da Merrill Lynch elevam o percentual para 70% e identificam quatro tipos de trabalhadores aposentados : aqueles que o fazem porque gostam de seu trabalho, aqueles que passam a colaborar com ONGs, aqueles que trabalham para manter suas conexões sociais e aqueles que fazem por necessidade. Estes últimos supõem 28% e precisam desse dinheiro para pagar as faturas.

Para evitar ser um deles, você pode começar trabalhando meio período em algo que realmente o motive, aprenda novas habilidades ou adie sua aposentadoria por alguns anos.

Linha de empréstimo Pessoal: Como conseguir?

Linha de empréstimo Pessoal

Muitas pessoas encontram no empréstimo pessoal uma forma de realizar diversos objetivos financeiros, seja a aquisição de um bem, um automóvel, imóvel, realização de uma viagem, pagamento de um curso, ou mesmo utilizam o empréstimo pessoal por conta de algum imprevisto financeiro, emergências, ou mesmo um desencaixe financeiro temporário.

O empréstimo Pessoal é uma linha de crédito muito utilizada no Brasil, principalmente por sua facilidade na contratação, flexibilidade em parcelas, valores e taxas de juros.  Existem várias instituições financeiras que disponibilizam linhas de empréstimo pessoal, em diversas linhas diferentes.

A grande vantagem é que existem linhas de empréstimo pessoal para diferentes perfis, desde o investidor, que utiliza um crédito pessoal com garantia de aplicações financeiras para não se descapitalizar, como a pessoa que esta com dificuldades financeiras e precisa de um empréstimo para quitar dividas e reorganizar seu planejamento financeiro.

Linha de empréstimo Pessoal

O que é necessário para conseguir um empréstimo pessoal?

Conseguir um empréstimo pessoal não é algo muito difícil, principalmente se você possuir uma renda estável, estiver com sua documentação pessoal regular e residir em endereço fixo. A contratação nesta situação é uma tarefa um relativamente simples e existem diversas instituições no mercado oferecendo linhas de crédito para empréstimo pessoal, desde grandes bancos até instituições financeiras vinculadas a grandes lojas e magazines.

A grande questão que deve ser sempre avaliada é o quanto você esta disposto a pagar por este empréstimo, existe uma diferença muito grande entre as linhas de crédito pessoal, essa diferença se dá basicamente pelo tipo de garantia que será fornecido a instituição financeira, quanto melhor a garantia, menor a taxa de juros cobrada e mais facilmente será aprovado o seu crédito.

A garantia a ser fornecida no empréstimo, além de direcionar o valor da taxa de juros, será fundamental para o direcionamento de prazo do empréstimo e valor limite do empréstimo. Para exemplificar, um empréstimo com garantia de imóvel pode ter um valor de empréstimo maior, com parcelas que podem ser diluídas por anos, enquanto um empréstimo com garantia de avalista, tende a ter seu prazo reduzido, com limites de crédito muito menores também.

Outro ponto que facilita muito a aprovação e negociação de taxas é manter sempre bom relacionamento com pelo menos uma instituição financeira e evitar sempre que dívidas sejam negativas ou seu nome seja listado em órgãos como o SPC ou Serasa.

Empréstimo Pessoal para Negativados

Muitas pessoas não sabem, mas existem muitas instituições financeiras que fazem a concessão de crédito pessoal para pessoas negativadas ou que não realizam avaliação de crédito para a concessão do empréstimo.

A linha de crédito mais utilizada por estas instituições para esta situação é o empréstimo pessoal consignado, onde as parcelas do empréstimo são descontadas diretamente da folha de pagamento da pessoa, ou seja, as parcelas já são descontadas do salário antes mesmo de cair em sua conta corrente.

Essa linha de crédito é muito utilizada pelas instituições financeiras nesta situação, pois a parcela será paga diretamente pela fonte pagadora do salário, sem risco do tomador do crédito esquecer ou por algum motivo deixar de pagar a parcela.

Claro que em situações de análise de crédito desfavorável como de uma pessoa negativada as instituições financeiras acabam cobrando uma taxa de juros maior que uma pessoa que esteja com bom relacionamento no mercado.